Página inicial » Notícias » 2010 » Recorde em Boituva/SP

Recorde em Boituva/SP

postado em: 2010, Notícias | 0

RECORDE PARAIBANO, PERNAMBUCANO E NORDESTINO DE FQL ESTABELECIDOS!

Foto da Formação
Foto da Formação: Rubinho – CTR

A presença dos paraquedistas paraibanos de 19 a 21 de março de 2010 em Boituva-SP, não poderia ter sido diferente, os atletas Rômulo Carvalho, Ramon Medeiros, Demetrius Carvalho, Andrey Moita, Joaquim Elias, Humberto Maia e Marcus Gouveia, estabeleceram o recorde paraibano oficial em queda livre, com uma figura formada por sete paraquedistas (7-WAY), estes mesmos paraibanos também foram essenciais na quebra do recorde Nordestino desta modalidade, formando uma figura com onze atletas (11-WAY), completada pelos atletas Ruthe França-AL, Carlos Fernandes-BA, Fernando Cartaxo-PE e Elso Zopellaro-PE, todos sob as lentes do câmera Rubinho de SP.

Os Pernambucanos também estabeleceram seu recorde oficial com uma 4-WAY, formada pela equipe Carbono 14, constituída por Marcelo Capitu, Fernando Cartaxo, Elso Zopellaro e Lucinha.

Recordistas 11 Way
Recordistas 11 Way

A Formação em Queda Livre é a modalidade do paraquedismo mais popular e praticada no mundo, sendo caracterizada pela composição de figuras determinadas por árbitros, formadas pela união de atletas em queda livre, mantendo uma posição estável.
Atualmente, no Aeroclube da Paraíba, onde operam duas aeronaves lançadoras, o Minuano PT-EAL e o Cessna PP-BOU, com cinco e quatro vagas respectivamente, é a área de salto utilizada para o treinamento principalmente de atletas paraibanos, pernambucanos, norteriograndeses e alagoanos.

Visando o estabelecimento oficial dos recordes paraibano, pernambucano e nordestino de formação em queda livre, atletas destes Estados se reuniram com de outros estados no Centro Nacional de Paraquedismo (CNP), em Boituva-SP, onde operam aeronaves Caravans, com capacidade para 15 pára-quedista, sendo possível estar na mesma aeronave a equipe que forma a figura e o câmera flyer, que é responsável pelo registro visual do que foi feito durante o salto para ser avaliado pela arbitragem em terra.fechar uma formação com 11 paraquedistas, estabelecendo o recorde oficial desta modalidade apenas com atletas desta região.

O recorde paraibano de FQL foi estabelecido no ultimo dia 20, após duas tentativas. Já para o recorde nordestino, os atletas iniciaram os treinamentos nos dias 19 e, após duas tentativa no dia 21 de março, conseguiram fechar uma formação com 11 paraquedistas, estabelecendo o recorde oficial desta modalidade apenas com atletas desta região.

Segundo Rômulo Carvalho, recordista e presidente da Federação Paraibana de Pára-quedismo, para muitos, estabelecer um recorde pode não ter muita importância, mas para os que participam da tentativa e conseguem ao final, é muito gratificante, “Felizmente, sou um dirigente saltador, pois caso contrário, ficaria chateado em não participar”. “Sei que temos outros paraquedistas que poderiam participar também do estabelecimento deste recorde, mas fica o convite para da próxima vez irem conosco para desta feita quebrar o recorde ora estabelecido” completou.

Em nome da Federação o presidente parabeniza a todos que estiveram em Boituva, de alunos a graduados, e em especial ao grupo que soube superar os momentos difíceis e realizar o último salto. “Nossos sinceros agradecimentos ao câmera flyer Rubinho/CTR e ao apoio dado por Renatinho e toda a equipe da Skydive Vera Cruz.” finalizou.

Texto e foto solo: Andreza Clarinda

 

Deixe uma resposta